sexta-feira, 1 de maio de 2015

Covilhã - O 4º Aniversário do nosso Blogue


  Ao celebrarmos o 4º aniversário do nosso blogue, continuamos convictos da importância de prosseguirmos na divulgação do vasto espólio do nosso Pai e sogro – Luiz Fernando Carvalho Dias.  Tudo o que vamos publicando foi por nós recolhido e ordenado a partir das inúmeras pastas e cadernos, manuscritos e não corrigidos, quase sempre elaborados sem uma ordenação prévia, fruto duma investigação de décadas; mas é a homenagem que desejamos continuar a prestar a este investigador covilhanense.
   Os seus estudos vão da obra (I) publicada - Forais Manuelinos - até pequenas informações (II) relacionadas com a sua "amada" terra, a Covilhã.

I

O Foral Novo da Covilhã


O Foral Novo da Covilhã,
segundo arranjo gráfico do prof. António E. Lopes


Foral Novo de Alvoco da Serra destrella
Foral Novo de Belmonte

Foral Novo de Manteigas

******

II

Inscrição de 1518


Inscrição da primeira Câmara de D. Manuel, na parede que subia do poço dos cavalos para o Arco do Pelourinho (da Covilhã):

Ho.LDO. António Corea. Cavaleiro / Da.Orde(m) de Xps (Cristo). Coregedor Desta Co/Marca Por El Rei Domanuel Nosso / Sor mãdou fazer Esta Obra Ano de 1518/

(Informação deixada por Luiz Fernando Carvalho Dias): Vidé. Na chancelaria de D. Manuel a nomeação para corregedor da Guarda do Lic. António Correa e dos encarregados das obras da Covilhã pelo mesmo Rei.
A obra da Câmara no tempo de Filipe II de Portugal, III de Castela, consta de um documento da Câmara do princípio do sec XVII, com o nome dos vereadores que a mandaram fazer.

***
   Em "Covilhã - Subsídios para o estudo da sua Heráldica de Domínio", Carvalho Dias informa-nos que "A pedra de Armas mais antiga que se conhece estava enxertada nos muros da antiga Câmara e datava de 1613, data da reedificação. Mas a pedra não era homogénea [...]
          [...] O edifício porém que as armas enobreciam sabemos ser parte de 1613, e outra parte dele, mais antigo, de 1518. Foi nesta última data que o Concelho se transferiu do alpendre de Santa Maria do Castelo para a beira da muralha, frente ao pelourinho."

******

  O interesse que os nossos leitores vêm manifestando, leva-nos a prosseguir na divulgação de documentos relacionados com a história da Covilhã.

    Salientamos:
- 400 publicações;
- 105577 visualizações de página;
    Número de visitantes:
- Portugal: 18268,  65,4%;
- E.U.A.: 4514, 16,2%;
- Brasil: 2161, 7,7%;
- Outros países, dos 89 que visitaram o blogue: Bélgica, Alemanha, Holanda, França, Espanha, etc.
    
    Para facilitar a pesquisa dos vários assuntos publicados, continuamos a actualizar o quadro que elaborámos com todos os títulos e data da respectiva publicação, disponível em:

Sem comentários:

Enviar um comentário