segunda-feira, 2 de maio de 2011

Os Editores

Miguel Nuno Peixoto de Carvalho Dias, de 66 anos de idade, casado, natural de Lisboa, residente em Sesimbra, licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa, notário público, aposentado, do extinto cartório notarial de Sesimbra, onde desempenhou funções durante 30 anos.

Maria do Céu Jordão Morais Carvalho Dias, de 65 anos de idade, casada, natural da Nazaré, residente em Sesimbra, licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa, professora do ensino secundário, aposentada, tendo leccionado, nos seus últimos 20 anos de trabalho, na Escola Secundária de Sampaio, Sesimbra.

6 comentários:

  1. Boa tarde,

    Estando interessado em adquirir alguns volumes da obra colossal de vosso pai e sogro, Luis Fernando de Carvalho Dias, relativa aos Forais Manuelinos, seria possível informar-me onde a poderei encontrar?

    Cumprimentos,
    João Pinho
    (Investigador, História Local e Regional)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom Tarde. A obra "Forais Manuelinos do Reino de Portugal e do Algarve" encontra-se esgotada; no entanto sabemos de um familiar de um antigo assinante, que pretende vender o seu exemplar. Se continuar interessado, queira enviar-nos o seu endereço electrónico, que aqui não divulgaremos, para novos contactos. Cumprimentos.

      Eliminar
  2. Boa noite,

    Ando a investigar parte da minha família materna que é originária da Covilhã, Nunes de Sousa. Tive indicações que eram proprietários de uma quinta perto da Covilhã conhecida como Quinta ou Solar do Bilhar. Numa procura pela internet encontrei apenas referência a uma zona desta cidade conhecida pelo nome de Quinta do Bilhar. Poderão ajudar-me na localização da referida Casa ou Solar do Bilhar.

    Cumprimentos,
    Francisco Canelas de Melo

    ResponderEliminar
  3. Boa noite
    Desconhecemos a localização da Casa ou Solar do Bilhar. Sabemos que o sítio do Bilhar se localizava na Covilhã, junto ao antigo posto da Polícia de Viação e Trânsito e do entroncamento da estrada para o Tortosendo.
    Talvez a Câmara Municipal da Covilhã o possa informar mais pormenorizadamente.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  4. Bom dia.
    Apesar dos meus 66 anos ando a terminar o Mestrado em Ciências Documentais na UBI. O meu trabalho centra-se na "Corda do Rio", ou sejam as aldeias de Dominguiso, Vales do Rio, PESO(aonde resido), Coutada e Barco.
    Procuro toda a informação disponível sobre este zona, e de modo particular sobre o Peso.
    Já encontrei neste blogue um sentenciado do Peso, 149 Sebastião Rodrigues.
    Venho pedir a vossa preciosa colaboração no sentido de me ajudarem a "descobrir" no blogue, factos sobre esta localidades.
    Agradeço, se faz favor, o significado de x.v que encontrei na informação de Sebastião Rodrigues; assim como, penso que seja a cota, PT-TT-TSO/IL/28/3028, qual o seu significado. PT-Portugal? TT-Torre do Tombo? TSO/IL - ???
    Deixo o meu e-mail para o caso de me poderem dar uma resposta.
    Desejo-vos um Feliz 2016. Cumprimentos
    José Santos Baptista

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa Tarde

      Após uma análise sumária no nosso blogue, encontrámos referências às localidades que pretende, nos seguintes temas:

      Memoralistas - Monografia do Dr. Pereira Forjaz
      Memoralistas - Monografia do Padre Cabral de Pina
      Misericórdia da Covilhã - Receitas e Despesas - Actividade durante um ano segundo o livro de Receitas e Despesas; e
      Tombos - Tombos dos bens do concelho de 1615.

      A listagem dos temas publicados no nosso blogue encontra-se actualizada na publicação efectuada em 22/09/2012.

      Temos pena de não estarmos, de momento, a encontrar a cópia de um curioso documento medieval existente no espólio do nosso pai e sogro Luiz Fernando Carvalho Dias, que ainda não publicámos e que dá pistas sobre a origem do topónimo Dominguiso.

      Relativamente à sigla usada na lista dos sentenciados na Inquisição - x.v. significa cristão velho, e x.n. cristão novo.

      A cota PT-TT-TSO/IL/28/3028 é efectivamente a referência do processo no "site" da Torre do Tombo. Os processos da Inquisição de Lisboa estão todos digitalizados, sendo possível consultá-los através da internet.
      PT- Portugal; TT- Torre do Tombo; TSO- Tribunal do Santo Ofício; IL- Inquisição de Lisboa; 28- referência aos processos do tribunal de Lisboa; e finalmente o 3028 é a identificação do processo.

      Cumprimentos

      Maria do Céu Jordão Morais Carvalho Dias
      Miguel Nuno Peixoto de Carvalho Dias

      Eliminar